A Lua e sua conexão

Quem mais sente? Ela quem guia os ciclos da natureza e o nosso. Representa nossas emoções, como sentimos, humor, como reagimos às situações e à conexão com o nosso feminino. Morremos e renascemos com ela e suas fases nos permitindo fluir e nos reinventar a cada ciclo.

A Lua é cíclica e percorre todo o zodíaco (circunferência dividida pelos 12 signos e casas astrológicas – áreas da vida, onde movimentam-se os planetas) em aproximadamente 28 dias. Seu ciclo (lunação) é divido em quatro fases principais – Nova, Crescente, Cheia e Minguante – com duração média de sete dias cada.  A cada dois, dois dias e meio ela passa de signo em signo, ativando a energia do mesmo, trazendo os desafios e potências do mesmo.

A fase Nova, representa o casamento em Sol em Lua no céu, quando se encontram no mesmo signo (conjunção), anunciando o início do novo ciclo. É o momento de plantarmos as sementes do que queremos colher, sonhos, desejos, planos e objetivos. Mergulhar em nosso interior, nos conectando com a verdade que pulsa nosso coração, nos acolher pensando em quais são nossas intenções, quais são nossas metas e o que precisamos para alcançá-las.

Na fase Crescente cuidamos dos raminhos que já começam a florescer, ajustando os planos e trabalhando para melhorar, crescer firme e forte. Esse momento representa desafios e nos pede empoderamento, coragem e ânimo para mantermos o gás e não nos deixar abater pelas dificuldades, e sim, fazer delas oportunidade de aperfeiçoamento.

Quando a Lua fica Cheia, ápice da lunação, alcançamos seu máximo potencial, luz e brilho. Os frutos já começam a florescer e colhemos o que plantamos, com auto responsabilidade. É a fase de expansão e materialização das nossas metas. Quando nossos sentimentos e emoções ficam à flor da pele. Sentimos MUITO, ao dobro. Brinco que essa fase nos proporciona uma TPM cósmica.

Já a fase Minguante é o momento de recolhimento, introspeção, reflexão sobre o ciclo, onde nossa intuição fica mais aflorada e a bruxa, anciã que habita em nós ressurge, fazendo uma faxina interna dentro de nós. É a fase do desapego, eliminar para iluminar. Onde o velho sai de cena, abrindo espaço para o novo entrar. O que pode ser mudado, transformado, transmutado? O que não faz mais sentido? Te atrapalha e paralisa? É hora de desapegar, limpar espaço e renovar. Abrindo espaço para o novo e o novo ciclo que está para começar. 💙

tabela fases lunares

por Amanda Rodrigues

Um comentário sobre “A Lua e sua conexão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s