Banho de assento passo-a-passo

O Banho de Assento é a prática de ginecologia natural mais difundida entre a mulher contemporânea. Muitas de nós vimos nossas avós e mães praticarem ou indicarem para suas filhas e comadres. Inclusive em consultórios médicos sua eficácia é reconhecida.

Como se faz

Ela consiste em se sentar em um recipiente com água o suficiente para mergulhar sua vulva. Se der para cobrir todo o baixo ventre, melhor. A água deve estar morna/quente de uma forma agradável. Você coloca para infusão as ervas que sentir que precisa no momento.

Recomendo que não use mais do que três em um mesmo banho e, depois que escolher, fique por um tempo fazendo essa mesma infusão, para se aprofundar nos benefícios das plantas. Particularmente eu gosto de usar uma de cada vez, para conseguir identificar quais funcionam e quais não.

Não precisa busca-la apenas quando necessitar de uma cura física. Também é uma forma de manter sua energia, renovar as vibrações, limpar memórias e padrões antigos ou simplesmente se fazer um carinho.

Quando for praticar, faça seu ritual, assim como na vaporização: escolha as ervas com carinho, coloque sua intenção nelas, medite sobre a cura que você busca. Prepare um ambiente aconchegante e sem interrupções. Acenda velas, incensos e coloque suas músicas favoritas.

Escolhendo a bacia

Você precisa conseguir sentar dentro da bacia. Mesmo que dê vergonha, teste antes de comprar (senta na loja mesmo)! Para você conseguir ficar o tempo necessário e relaxar o suficiente, ela precisa ser confortável.

Caso queira mais conforto, tente com uma piscina infantil daquelas infláveis.

A recomendação é que o recipiente não seja de plástico, que libera substâncias quando em contato com água quente e com o tempo, pode abrigar patógenos nas ranhuras que se formam na superfície. É difícil, por outro lado, achar bacias grandes de outros materiais (inox, vidro, argila, etc). Além disso, acho perigoso sentar em um recipiente de vidro ou cerâmica, pelo risco de quebrar e te machucar. Portanto, nesse caso específico,  segue com o plástico mesmo se for o único disponível.

Quantidade de água e de ervas

A quantidade de ervas vai depender do tamanho da sua bacia. A média de cálculo é de 3 colheres de chá da erva (seca ou fresca) para cada 500ml. Pode fazer um pouco mais concentrado, mas não muito. As ervas são poderosas em sua sutileza.

Para banhos com vinagre ou suco de limão, calcule 2 colheres de sopa para cada copo de água.

Óleos essenciais são muito concentrados, o que torna mais delicado trabalhar com eles. Para cada litro de água pode se pensar em 2-3 gotinhas. Mas isso depende de qual se utiliza. Peça a indicação da sua ginecologista, médica da família ou fitoterapeuta.

Frequência

Para o tratamento de algum desequilíbrio, tome o banho por alguns dias seguidos, de 5 a 7, até sentir melhora, depois dê uma pausa pelo mesmo período e observe se o tratamento precisa reiniciar. A cura pelas ervas depende da continuidade e constância do tratamento. Convém não exagerar! Utilizar por muito tempo ou sempre a mesma erva faz com que nosso corpo se acostume e deixe de aproveitar os efeitos por algum tempo.

Para banhos com finalidade energética, você sente por quanto tempo precisa fazer.

Durante a prática, fique na bacia até a água começar a esfriar.

Banhos de assento com meninas

Ele pode ser utilizado sem problemas pelas meninas antes da menarca. É uma maneira carinhosa de apresentar a ginecologia natural, introduzir rotinas de autocuidado e passar um tempo de qualidade, contando histórias ou transmitindo saberes sobre ser mulher.

Ervas para desequilíbrios específicos

A lista não se resume apenas às ervas abaixo, mas estas são as mais populares e fáceis de encontrar. Para mais ervas, consulte nosso Ervanário da Mulher.

Cada organismo é único. O que funciona para sua prima, pode não fazer efeito em você. Teste outras alternativas até encontrar suas ervas amigas. A ginecologia natural é uma ferramenta que exige muita auto-observação e persistência para alcançar o autoconhecimento e a autonomia que ela proporciona.

Escolha uma das ervas abaixo e, caso não funcione após a primeira semana de tratamento, descanse por uma semana e faça com outra:

  • Candidíase: camomila, barbatimão, orégano, melaleuca (tea tree), bicarbonato de sódio, vinagre de maçã, suco de limão (no caso do vinagre e do limão, colocar 2 colheres de sopa para cada copo d’água)
  • Cistite: violeta de cheiro
  • Corrimentos e coceiras: barbatimão, camomila, melaleuca
  • Dor causada pela menstruação: folha de cipreste
  • Hemorróidas: hamamelis, calêndula, camomila
  • Herpes genital: camomila, aveia, maizena, barbatimão
  • Infecção urinária: violeta de cheiro, malva, tanxagem, dente-de-leão, pata de vaca
  • Infecção vaginal: calêndula
  • Inflamação: violeta de cheiro, tanxagem
  • Melhorar elasticidade vaginal: folha de cipreste
  • Pós aborto e pós parto: lavanda, arruda, canela, folha de eucalipto, hamamelisfolha de cipreste

Banho de assento x Vaporização do útero

Para mim, é uma medicina tão forte quanto a vaporização. Apenas trabalha de uma forma diferente. Trabalha de um lugar menos sutil, pois é a água no estado líquido em contato direto com os órgãos afetados.

Tanto o banho de assento quanto a vaporização do útero possuem a capacidade de nos reequilibrar fisica, emocional e energeticamente pela ação das ervas utilizadas, do contato com a água e da temperatura na região da vulva-vagina-útero.

Ainda sim, dependendo do que queremos harmonizar, um ou outro é mais indicado. A escolha depende do seu histórico com ambas as práticas, com as plantas e com o seu tratamento.

Para escolher entre a mais adequada, vale procurar uma ginecologista natural, seguir sua intuição e estudar mais sobre as ervas e a prática da vaporização aqui no blog!

6 comentários sobre “Banho de assento passo-a-passo

Deixe uma resposta para Nikole França Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s