mulher selvagem & livre na cidade

Bruxas urbanas: já refletiram sobre o que vocês podem fazer pela natureza e por si mesmas morando na cidade? Como a mulher selvagem pode se manifestar na selva urbana? Seguem algumas dicas abaixo:

mapeie as áreas verdes perto da sua casa e proteja-as! Pode ser um parque, uma praça, um canteiro: visite, conheça as iniciativas de preservação e ocupação, divulgue para suas amigas, faça um desafio do lixo…

faça a coleta seletiva do seu lixo. Se você mora em prédio, já pensou em sugerir essa ideia ao condomínio?

tenha plantas em casa, nem que seja um vasinho. Separe um tempo na semana para cuidar dela, conversar com ela, plantar sua lua…

compre de quem faz, principalmente de outras mulheres. Saiba de onde vem o que você consome e a história por trás. Dê preferência ao consumo local e artesanal

consuma alimentos orgânicos, principalmente de feiras de pequenos produtores ou de uma CSA (Comunidade que Sustenta a Agricultura). Novamente, esteja ciente da origem do que você come e de quem produz

fortaleça as mulheres de seu convívio. Suas amigas, familiares, colegas de trabalho, de faculdade ou quem te presta serviços. Elogie ao invés de julgar. Olhe nos olhos de cada uma buscando enxergá-las de verdade. Escute suas histórias, dê e receba colo e acolhimento

crie, faça arte da maneira como sair. Desenhe, cante, cozinhe, dance, faça um trabalho manual… Não precisa ser perfeito. Nem para mostrar para alguém. Apenas permita que o fluxo de criatividade e imaginação te atravesse

compartilhe suas ideias. Mesmo as mais loucas. Elas podem ser úteis para a vida de outras pessoas ou, melhor ainda, você pode encontrar companheiras para colocá-las em prática!

dê bom dia e sorria pra todo mundo que cruzar o seu caminho. Espalhe amor, o mundo precisa disso!

participe de um círculo de mulheres. Não necessariamente um espiritual. Pode ser uma aula de tambor só com mulheres, um trabalho voluntário, uma aula de yoga… Separe um tempo na semana ou no mês para se ocitocinar entre suas companheiras!

Tem mais alguma dica pra dar? O que você faz para alimentar sua mulher selvagem? Me conta, quero saber!

De coração e útero,

Nikole França

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s