viver é verbo

Na minha formação como mulher e como estudiosa dos saberes femininos, tenho muitas ressalvas com qualquer teoria ou prática que diga que algo É isso ou aquilo.

Observo que tudo estabelece relações entre si. A Lua nova se relaciona com a menstruação, com o inverno e com o elemento terra. Mas isso não significa que o certo é
menstruar na lua nova, que apenas no inverno temos as condições adequadas para se aprofundar em si ou que você não possa pedir a força de outros elementos nesse período.

Ser da “lua branca” ou da “lua vermelha” são classificações que nos auxiliam nesse estudo num aspecto intelectual, mas o parâmetro do equilíbrio do seu ciclo deve ser você mesma.

Vejo o caminho da espiritualidade se direcionar para nos AMPLIAR e não nos limitar e tornar rígidas

Por isso, antes de interiorizar algo, me pergunto: isso vem para me ampliar? Me fortalecer? Me libertar? Me expandir? Para mim, as respostas têm que ser SIM.

Por crenças que não sejam apenas uma nova roupagem para velhas opressões,
Nikole França

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s