a culpa não é das estrelas

Eu acredito em astrologia, tethahealing, apometria, vidas passadas, bioenergética, I Ching e inúmeras formas de expressar a espiritualidade.

Mas não deixo de perder de vista que vivo nessa dimensão como humana, num planetinha azul, em sociedade, dentro de um sistema injusto, sujeita a diversas energias e pressões que são resultado de opressões históricas, de gênero, raça e classe social.

Não dá pra usar o discurso de co-criação da realidade como justificativa pra meritocracia.

Também não dá pra fugir das nossas responsabilidades porque “a lua não tá favorável”. A linha é tênue, por isso a consciência deve estar sempre alerta.

Minhas dicas são:

  • se conheça! Seja sua própria referência
  • desconfie de fórmulas prontas e soluções a curto prazo
  • escute sua intuição
  • esteja perto de quem te quer bem de verdade
  • questione as informações que viralizam nas redes sociais ou nas mídias tradicionais
  • debata, troque e reflita com outras pessoas, de preferência de realidades distintas da sua e com pontos de vista complementares

Todas e todos buscamos ser felizes alinhados com a verdade do nosso coração. Não deixe que te vendam um conceito artificial de felicidade e satisfação.

De coração e útero,

Nikole França

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s